BEM-ESTAR

Passense trabalha com poder de cura das mandalas

Reportagem e edição: Keuly Vianney

n.noticiar@gmail.com

25/08/2021

whats-logo.png

Cura, equilíbrio, bem-estar. Estes são alguns dos benefícios das mandalas, produzidas artesanalmente pela passense Susana Almeida, 34 anos, que desenvolveu um trabalho inédito com a peça considerada universalmente o símbolo da integração e da harmonia. A mandaleira desenvolveu um ofício diferenciado, o qual ela explica no vídeo acima.

Mandala significa círculo em sânscrito, dialeto do Norte da Índia, sendo muito usada pelos hindus e budistas, pois ajuda na concentração da prática meditativa.  As mandalas são consideradas um círculo mágico com o poder de concentrar energia.

Susana descobriu as mandalas há 1 ano e meio, quando percebeu um “chamado” para trabalhar com o poder de cura delas. “Vi uma mandala na Internet e fiquei, de princípio, sem entender nada, mas conectada com as formas e cores. Senti uma imensa vontade de aprender a fazer aquilo. Ao iniciar, senti surpresa ao surgirem com as pinceladas sentimentos de amor, gratidão e uma vontade de chorar”, conta a mandaleira.

Conforme Susana, essas peças místicas podem abrandar ou curar muitos sentimentos negativos. “Meu objetivo é acionar aquela valvulinha de amor e de luz que a pessoa tem e, muitas vezes, fica ali apagada pelos medos, inseguranças, traumas, bloqueios, causando sofrimento, tristeza, solidão” afirma.

As peças são feitas sob encomenda e de acordo com o perfil de cada pessoa. Com os dons artísticos de Susana e os insigts intuitivos, elas se tornam únicas e individuais, sendo direcionadas para qualquer faixa etária.

“Trabalho com o ser humano. As mandalas são poderosas e não são apenas simples peças de decoração. São círculos sagrados com grande potência energética. O desenho é apenas um detalhe da profundidade que ela alcança”, explica.

Em cada sessão, define-se o tamanho da mandala e por meio da radiestesia, ela detecta quais cores a pessoa necessita. Em alguns casos, o próprio interessado solicita a peça com as cores de preferência. Veja ao lado fotos de algumas mandalas produzidas pela passense (arraste as imagens).

“É muito delicado e respeitoso, pois trabalho com a energia de luz do outro. Por isso, é necessário preparar o ambiente com pedras, cristais e cheirinhos. Faço minhas preces e medito. Tudo que sinto, escrevo numa carta que entrego à pessoa no final, explicando as cores e o trabalho com os chacras”, explica Susana.

Conforme ela, todas intenções e curas colocadas na arte das mandalas serão sentidas e refletidas. “Mesmo que a pessoa não entenda, ela vai receber todo amor, boas vibrações e energia. As mandalas nos fazem conectar com os dois lados do nosso cérebro de razão e emoção”, garante.

Desde que iniciou o trabalho, a mandaleira tem recebido muitos retornos de pessoas que conseguiram melhorar ou mudar suas vidas com o poder de cura das mandalas. “Às vezes, fico com a sensação de que meu trabalho é pequeno demais para alcançar o que desejo, mas ao mesmo tempo vem algo e me diz: ‘faça seu trabalho, ele é amoroso, sensível e você está plantando sementinhas. Seu trabalho é muito importante e indispensável na terra’. Ao receber o feedback das pessoas, eu confirmo tudo isso”, conclui.

 

SERVIÇO

O poder das mandalas, com Susana Almeida, de Passos (MG). Contatos: (35) 99199-0806 / Instagram: @ponto_mandala

VEJA MAIS