TURISMO

monte-1.jpg

Fotos: Divulgação

monte-11.jpg
monte-alpi.jpg

Monte das Oliveiras reabre
para visitação em Alpinópolis

Reportagem edição: Keuly Vianney
n.noticiar@gmail.com
09/04/2022

whats-logo.png

Se há um lugar de turismo religioso que merece ser visitado neste período de Páscoa no Sul de Minas, este é o Monte das Oliveiras, em Alpinópolis. O espaço reabriu para visitação no final de março, depois de ficar dois anos fechado devido às imposições da pandemia da Covid-19. Nos últimos 15 dias, o local vem recebendo turistas que gostam de viajar para visitar monumentos religiosos, seja para conhecer novos destinos, fazer retiro espiritual ou pagar promessas. 

Considerado um dos maiores cenários bíblicos a céu aberto do Brasil, o Monte das Oliveiras de Alpinópolis foi criado há 39 anos, num espaço de 90 mil m² num sonho de seu idealizador, o historiador José Iglair Lopes, já falecido. O guia turístico do local Edson Lemos David, o Edinho, explica no vídeo abaixo, enviado especialmente ao Noticiar.net, qual o objetivo e principais atrações do espaço religioso. 

A estrutura é uma cópia do monte original de Jerusalém, em Israel, região onde Jesus Cristo nasceu e viveu seus 33 anos, e fica numa pequena colina na parte oriental de Alpinópolis, cidade de pouco mais de 20 mil habitantes, e na mesma posição geográfica original do monte israelense. 
Desde sua inauguração e em época sem pandemia, já recebeu mais de 1 milhão de visitantes vindos dos cinco continentes para conhecer o local, como informou o guia Edinho. 

"Estamos com uma expectativa boa para os próximos meses, pois neste ano já recebemos vários turistas, grupos de retiros e excursões. Além disso, temos reservas agendadas para o ano inteiro de 2022. Só ainda não foram liberadas as apresentações para evitar aglomerações", conta o guia. 


Hoje, o Monte das Oliveiras conta com mais de 30 monumentos arquitetônicos em suas 2 horas de roteiro. A proposta é fazer com que as pessoas sintam uma experiência real de como estivesse caminhando no mundo antigo. Dessa forma, o turista vai percorrendo o monte como numa imersão nas passagens bíblicas ou voltando ao tempo de Jesus Cristo. 

Ali, o turista pode facilmente preparar-se para orar e obter momentos de introspeção e reflexão, pois o local foi construído sabendo tirar proveito das belezas naturais da região, principalmente árvores, matas e flores, incluindo pau-brasil. Muitas árvores foram plantadas para lembrar a vegetação de Jerusalém, como oliveiras, tamareiras, baobá e até árvores produtoras de incenso. 

 

O que mais chama atenção, no entanto, são as pedras, como a mineira e a escravo, abundantes nessa área do Sul de Minas, as quais foram aproveitadas para construir, por exemplo, os monumentos, caminhos, muros e pórticos.  Veja Galeria abaixo com alguns pontos do Monte das Oliveiras (arraste as fotos e clique na imagem para ler a legenda): 

Dos monumentos mais visitados, Edinho cita o Mar da Galiléia, gruta da Natividade (nascimento do Cristo), Calvário e Sepulcro, principalmente nesta época do ano, quando se comemora a Semana Santa e havia muitas encenações da Paixão de Cristo no espaço, com a participação de 100 atores e um público devoto. 


Apesar de toda essa infraestrutura, o monte alpinopolense ainda não está totalmente finalizado. O guia Edinho lembra que a administração já prepara novos projetos, como a conclusão da Casa de Apoio aos Turistas, que está em construção e deve ser inaugurada ainda neste ano. Outras atrações de passagens bíblicas também estão na lista de novidades, como a Arca de Noé e a Torre de Babel. 

SERVIÇO
Monte das Oliveiras de Alpinópolis, no Sul de Minas Gerais. Endereço: Rua José Iglair Lopes, 260, Vila Betania. Aberto todos os dias da semana, das 8h às 17h. Entrada gratuita. Reservas antecipadas para visita com guia turístico, retiros e excursões pelos telefones (35) 3523-1496 / (35) 3523-1628 /(35) 99912-0205 / (35) 99969-6209 / (35) 98446-7282. Site: www.montedasoliveiras.com.br

VEJA MAIS