DEGUSTE

queijo-canastra-660x330.jpg

Divulgação

“Embalagem inteligente”

no queijo Canastra

Reportagem: Keuly Vianney

22/02/2021

whats.png

Com o objetivo de preservar a qualidade e evitar perdas na maturação do queijo artesanal, a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado de Minas Gerais (Epamig) divulgou um estudo que testa embalagens ativas com permeabilidade seletiva que podem evitar defeitos no período de cura e agregar valor aos queijos. Os primeiros testes ocorrem na região da Serra da Canastra e, depois, devem ser expandidos para outras regiões produtoras de Minas.

 

A Canastra foi escolhida por ser uma região clássica de produção de queijo de longa maturação. Para desenvolver o estudo, foi firmada parceria com a Associação de Queijo Canastra (Aprocan). 

Conforme divulgação da Epamig, a tecnologia funciona da seguinte forma: o filme plástico da embalagem inteligente libera umidade, formando naturalmente uma casca no queijo e impedindo contaminações. Já é usada em queijos italianos de elevado valor agregado.

 

Aparecimento de trincas, mofos indesejados e outros defeitos na textura e na casca podem ser sanados com a embalagem, como divulgaram os pesquisadores. O estudo ainda verifica efeitos na apresentação, características físico-químicas, sensoriais e microbiológicas da iguaria.

Selo

O queijo Canastra é um dos poucos no país que mantém a cultura de produção clássica artesanal. Há alguns anos, os produtores do legítimo Canastra adotaram algumas medidas de segurança a fim de garantir a procedência do produto.

 

Um deles é a etiqueta de identificação, que garante a produção na área delimitada pela indicação de Procedência Canastra. Ela garante ao consumidor a origem do queijo, que pode ser rastreada no site da Aprocan. No queijo Canastra, o selo de caseína comestível foi incorporado em 2019, confirmando a originalidade à iguaria.

Somente sete cidades da região têm área de produção delimitada do verdadeiro Canastra: São Roque de Minas, Vargem Bonita, Delfinópolis, Piumhi, Bambuí, Medeiros e Tapiraí. A identidade Canastra é formada por elementos naturais, como pastagem, gado, relevo, clima e a pureza da água resultando num terroir próprio e muito apreciado pelo mundo todo devido aos prêmios obtidos em concursos internacionais, principalmente na França.  

VEJA MAIS