Reprodução

CURIOSIDADES

images.png

Bandeira de Passos: símbolo desde o centenário

Texto: Keuly Vianney

n.noticiar@gmail.com

19/11/2021

whats-logo.png

Hoje é comemorado o Dia da Bandeira Nacional, mas vale aproveitar a data para conhecer um pouco mais sobre a história da Bandeira de Passos, símbolo identitário da cidade desde a década de 1950. 

 

A Bandeira de Passos foi desenhada em 1958 para as comemorações dos 100 anos da cidade, quando formou-se a Comissão de Festejos do Centenário a pedido do então prefeito Geraldo da Silva Maia. 

Enquanto Francisco Soares de Melo e José Negrinho ficaram responsáveis por criarem o Hino a Passos, a Comissão encarregou a produção da bandeira ao escultor José Barbosa Andrade e Silva, o conhecido Zé da Beca, após influência do deputado Starling Soares, como informa o site da Prefeitura de Passos. 

Vermelho e preto

Para criar o símbolo municipal, Zé da Beca se inspirou na Bandeira da Paraíba com retas e traços simples, no formato retangular dividido nas cores preta e vermelha, e com um triângulo branco central ladeado com os dizeres "Por Passos, por Minas,  pelo Brasil". Essas colorações seriam as preferidas do artista. 

Bandeira de Minas

A disposição gráfica do desenho remete muito à Bandeira de Minas Gerais, que também possui um triângulo no centro, mas com os dizeres "Libertas qae sera tamen", que significa "Liberdade ainda que tardia".

Eventos oficiais

A partir de então, Passos passou a contar com este símbolo de identidade municipal em seus eventos oficiais, incluindo manutenção do mastro no prédio da prefeitura. Na ocasião, o artista ainda produziu o brasão da cidade e o monumento de homenagem aos pracinhas da Segunda Guerra Mundial, que fica na praça Geraldo da Silva Maia (do Rosário). 

VEJA MAIS