stella-livro1.jpg

Reprodução

LITERATURA

Autor lança "Stella Estrela" em Furnas homenageando a irmã

Reportagem: Keuly Vianney

n.noticiar@gmail.com

16/08/2022

whats-logo.png

A vida de Stella de Morais, portadora de doença rara em Furnas, no Sul de Minas, é contada no livro "Stella Estrela", que será lançado no próximo sábado, 20 de agosto, em São José da Barra, e tem sido bem avaliado nas plataformas digitais de venda de obras literárias, como a Amazon. A história é relatada sob o ponto de vista de João Fábio Morais, irmão de Stella, nascida em 1977 com a síndrome de Williams-Beuren, uma desordem genética causadora de atraso psicomotor e intelectual, além de comprometimentos cardíacos e renais. 

Grande parte da vida, a família morou em Furnas com Stella, que faleceu em 2016. Ali surgiram momentos, casos e histórias bem humoradas lembradas no livro, que possui uma linguagem simples e do cotidiano, mas sem perder a sensibilidade e o afeto de irmão. Associado a isso, o autor conta os enormes desafios impostos pela doença rara à própria Stella e aos pais, Maria Albina Zero Morais, que ainda mora em São José da Barra, e José Maria de Morais, o qual reside em Passos. 

O autor começou a trabalhar no livro em 2017, um ano após o falecimento da irmã. "Stella tinha uma personalidade muito interessante, de bom humor irresistível temperado com boa dose de rabugice que geraram dezenas de causos engraçados ao longo da vida. Inicialmente, a ideia era contar esses episódios cheios de humor, mas com o tempo, percebi que havia outros aspectos da vida dela que eu queria abordar: reflexões sobre as dificuldades enfrentadas, a relação da minha irmã com a família e principalmente com minha mãe, cuja dedicação permitiu que a Stella atingisse a plenitude de suas potencialidades", diz Morais, que estreia na literatura fazendo a homenagem à irmã.


Além do humor, uma outra característica da síndrome é o comportamento sociável e sensibilidade musical. No vídeo abaixo, o autor compartilhou com a reportagem uma canção feita especialmente para Stella. "Minha irmã amava ouvir música e cantar. Escrevi essa música para ela durante a faculdade, junto com minha esposa Thaís. Muitas vezes, cantamos essa música juntos e gravamos um clipe com participação de familiares, que ela tanto adorava", conta o escritor, que também é músico. 

Foram mais de quatro anos de produção até a obra ficar pronta em julho deste ano e lançada em 5 de agosto em Bragança Paulista (SP), onde o autor reside e trabalha como oficial de justiça. 


"É um livro que funciona como um romance de não-ficção, entrecortado por pequenos episódios que sublinham a graça da convivência familiar e aliviam o peso dos problemas de saúde e desafios enfrentados pela protagonista. Esses episódios se filiam à tradição mineira da crônica e do conto. Não há um público alvo definido para o livro. Penso que pode agradar a todos que gostam de histórias centradas nas pessoas e em relacionamentos familiares", explica. 

E muitos dessas histórias de Stella foram vivenciadas na região, pois além de morar em Furnas de 1989 a 2016, ela estudou na Associação dos Pais e Amigos do Excepcional (Apae) de Passos e também fez tratamentos na Santa Casa de Passos. Já o autor João Fábio ficou em São José da Barra até 2002, quando saiu para fazer faculdade em Franca (SP).


Hoje, aos 38 anos, garante que nunca perdeu os vínculos com a cidade mineira. "Um aspecto muito interessante de ter passado a infância em Furnas é que, por tratar-se de uma vila pequena, era muito forte o senso de comunidade. As pessoas se conheciam, eram solidárias, tinham fortes laços de amizade. Minha irmã tinha grande autonomia: passeava pela vila, ia a pé para escola (e eu a acompanhava), conhecia cada morador, passávamos muitas tardes no clube", lembra. 

stella-livro.jpg

Página do livro, que cita cidades da região como Passos e Capitólio

Para ele, a obra pode ajudar a convivência entre pessoas e famílias que possuem alguém com a condição semelhante a de Stella, além de incentivar a empatia e alteridade, sentimentos tão esquecidos nos dias atuais com a propagação da intolerância, principalmente nas redes sociais. "Meu texto enfatiza muito o privilégio de conviver com as diferenças, aborda a importância da inclusão, fala de diversidade, de empatia, de amor incondicional. Nos remete a rever nossos conceitos e colocar os problemas em outros patamares, viver a vida mais leve e com gratidão", avalia Morais. 


Desde  início do mês, a boa aceitação do livro tem surpreendido o autor e a família. Dos comentários nas plataformas de venda online, "Stella Estrela" recebeu muitas 5 estrelas e está bem posicionado nos rankings de educação, medicina e doença de saúde e família. 

"A gente nunca sabe o que as pessoas vão achar do livro até que os primeiros leitores cheguem ao final da última página, e essa boa acolhida tem sido uma surpresa muito agradável. Eu sentia que, por se tratar de um livro muito pessoal, da história da minha família, talvez nem todo mundo se conectasse, mas o que tenho recebido de feedback dos leitores é que eles se identificam com as histórias e os personagens, se emocionam, riem e choram e se enxergam naquelas situações vividas pela Stella e minha família. E esse tipo de retorno me enche de alegria", avalia. 


SERVIÇO
Lançamento do livro "Stella Estrela"
no dia 20 de agosto, das 15h30 às 17h30, na Vivenda do Rio, rua Ilicínea, 361, Furnas, em São José da Barra (MG). Editora Labrador, 144 pgs, valor médio R$ 39,90. O autor João Fábio Morais estará no evento para sessão de autógrafos. A obra pode ser adquirida na Amazon e no site da editora

VEJA MAIS