TURISMO

CONTEMPLAÇÃO

Reportagem e edição: Keuly Vianney | Fotos: Johnny Mazzilli | Webdesign: Hanna Teixeira | 18/03/2020

Uma imersão na Aurora Boreal é a reportagem fotográfica que o Noticiar.net publica nesta semana, com as imagens do fotógrafo Johnny Mazzilli, de São Paulo. Na Expedição Latitudes para além das Auroras Boreais na Noruega, ele clicou, entre os dias 24 fevereiro e 7 de março, cenas exuberantes de um dos lugares mais propícios para se observar o fenômeno.

A expedição se desenrolou em duas regiões: o Arquipélago de Lofoten e a Ilha Senja, a segunda maior ilha da Noruega. “Lofoten é um conjunto espetacular de ilhas, nossa principal região de atuação. Lá, visitamos cidades e vilas de Svolvaer, a pequena capital do arquipélago, Henningsvaer, Reine, A, Sakrisoy, Nusfjord, Hov e Kabelvag, e outras vilas pequenas pelo caminho”, conta Johnny.

Já Senja tem cenários dramáticos de montanhas espetaculares e é bem menos habitada, com vastas áreas selvagens pouco exploradas. “Lá, passamos por Skaland, Bergsbotn, Senjahopen, Hamn, Bothman, Mefjordvaer, Mefjordbotn, Bovaer e Husoy. Tanto os nomes das vilas de Lofoten como as de Senja são praticamente desconhecidos pelo turismo em geral porque são pequenas pérolas cênicas encravadas em locais completamente afastados dos circuitos mundiais”, explica.

O conjunto do cenário é encantador. Vilas pesqueiras com barquinhos coloridos, o bacalhau dependurado nas estruturas de madeira. O colorido das casinhas raramente foge ao vermelho, amarelo, branco, azul e verde, como explica o fotógrafo (confira Galerias abaixo; clique nas fotos para ler a legenda)

Ou seja, uma paisagem excelente para os amantes da fotografia. “As pequenas fazendas e o conjunto insólito de acidentes geográficos são formadas por istmos, baías, promontórios, estreitos, fiordes, montanhas e canais marinhos, povoado por águas marinhas, gaivotas e muito pescado”.

Na profissão há 35 anos, Johnny é um conceituado fotógrafo do mercado editorial brasileiro, especialista em viagens, gastronomia e vinho. São mais de 350 artigos publicados em 55 revistas e jornais, além da criação de duas revistas do setor. Ele visita a região da Noruega há mais de 20 anos, sendo um expert quando o assunto é Aurora Boreal.

Todo ano, ele coordena a expedição com um grupo de pessoas amantes de viagens e interessados em se encantar com a Aurora Boreal e as paisagens geladas de tirar o fôlego de qualquer viajante. 

“A expedição proporciona às pessoas o mesmo tipo de encantamento que sinto quando vejo e fotografo a Aurora Boreal. Para alguns, basta apreciar a beleza do fenômeno, para outros o desafio é fotografar as luzes do norte. Eu os ensino e é visível a emoção deles quando vêem que são perfeitamente capazes de fazê-lo”, diz Johnny.

Nesta edição, ele guiou dez pessoas de vários lugares do Brasil. “Estive 22 vezes no país e a cada aparição da Aurora Boreal, é uma emoção diferente. Principalmente quando ela surge colorida, exuberante e duradoura. Das noites de aparição sutil e breve, entremeadas por tempo instável, que fecha e abre quadrantes do céu, às noites límpidas com aparições longas e mais exuberantes. Quando ela dispara a dançar no céu e se apresenta com mais intensidade e cor, fico mais feliz. De certa forma, aquilo é parte do meu mundo”.

Conforme o fotógrafo, são duas saídas por ano, sendo uma março e outra em novembro. “Em março, há o atrativo da pesca do bacalhau com as montanhas vestidas de branco. O cenário, formado por montanhas pontiagudas, fiordes e uma série de caprichosos acidentes entremeados por pitorescas vilas pesqueiras, fica ainda mais impactante”, explica.

Já em novembro, a luz do dia é mais curta, amanhecendo por volta de 9h, enquanto a noite cai por volta das 15h, com mais horas noturnas. Isso favorece a vigília e a observação da aurora boreal. Nessa época, a máxima fica em torno de 10ºC positivos e a mínima em -5ºC. “Em novembro, o sol se arrasta no horizonte e a luz é rasante, quente e alaranjada o dia todo. Pode haver um pouco de neve ou não”.

Serviço: Expedição Latitudes para além das Auroras Boreais na Noruega. Saída de São Paulo em dois períodos do ano: em março e novembro. Contatos: (11) 97300-4173 e email: johnnymazzilli.c@gmail.com

VEJA MAIS

Siga-nos!

facebook-logo-button.png
instagram.png

2019-2020  © Copyright Noticiar.net