ESPECIAIS

Captura de Tela (73).png

Reprodução 

Passos ganha Núcleo do

Grupo Mulheres do Brasil

Reportagem e edição: Keuly Vianney

WebDesign: Hanna Teixeira

28/11/2020

whats.png

Elas são independentes, suprapartidárias, empoderadas e lutam pelo protagonismo feminino. Este é o perfil do Grupo Mulheres do Brasil, que desde setembro ganhou um Núcleo em Passos, no Sul de Minas, para engrossar a luta pelos direitos das mulheres, que hoje são 51,8% da população brasileira, de acordo com dados da PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas ainda sofre com preconceito social.

 

A líder regional e fundadora do Núcleo em Passos, a advogada Elaine Maia Nascimento, informou que Passos terá abrangência regional em oito cidades: São Sebastião do Paraíso, Itaú de Minas, São João Batista do Glória, Capitólio, Piumhi, Carmo do Rio Claro, São José da Barra e Guapé.

“Somos o maior movimento suprapartidário independente do Brasil, não estamos ligadas a qualquer partido e trabalhamos fortemente o protagonismo feminino. Não temos nada contra os homens, mas tudo a favor das mulheres”, diz a líder Elaine, que também é presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Passos.

 

Criado em 2013, o Grupo Mulheres do Brasil tem como uma de suas fundadoras e atual presidente a empresária Luiza Helena Trajano. Hoje, são mais de 72 mil mulheres unidas em prol da causa no Brasil e no exterior, com atuação nos Estados Unidos, Europa e Ásia. Elas já contam até com estatuto. Veja vídeo ao lado no qual Elaine explica sobre as atividades e prioridades da associação, bem como as áreas de atuação.

mulheres.jpg

Elaine Maia (centro) com as quatro co-líderes que vão atuar na região de Passos / Foto: Divulgação

No Brasil, já são mais de 100 núcleos e no Sul de Minas, há somente outro núcleo em São Lourenço. Em Passos, a advogada Elaine trabalha com mais quatro co-líderes, Marinila Machado, Luciana Rocha, Valeria Regina Salvador e Márcia Cristina Oliveira.

 

A ideia é abordar vários temas que envolvem os interesses femininos em caráter municipal e regional, sempre visando melhoria da qualidade de vida da mulher. “Em Passos, detectamos grupos e movimentos sociais já trabalhando com o combate à violência contra as mulheres, como também identificamos movimentação para as questões do empreendedorismo, da mulher no mundo digital, da educação e cultura”, explica Elaine.

Nas eleições municipais em novembro, o grupo passense fez uma série de posts nas redes sociais informando sobre as candidatas ao legislativo e executivo das cidades da região. Além disso, também lembrou das personagens à frente de causas do interesse feminino, como no Dia da Consciência Negra.

 

Reuniões abertas

Outra ação direta do grupo, iniciada em novembro, são as reuniões abertas. Em Passos, a primeira ocorreu dia 24 de novembro, com a participação de 19 mulheres. Por causa da pandemia, foi realizada online.

 

“Para nós, foi um número muito bom, pois a divulgação foi só dois dias e para contatos pessoais. Nossa expectativa é de que este número cresça cada vez mais com a maior divulgação do grupo”, afirma Elaine. “As reuniões são abertas a todas as mulheres e basicamente duas por mês com 45 a 60 minutos de duração. Uma é a “Portas Abertas”, na qual apresentaremos o Grupo para quem não conhece, e a outra se chama “Reunião Geral”, onde apresentaremos ações que já estão acontecendo na cidade, no Brasil e no mundo”.

SERVIÇO

Grupo Mulheres do Brasil – Núcleo Passos (MG). Para mais informações, inscreva-se no site. Facebook: grupomulheresdobrasilpassos / Instagram: @grupomulheresdobrasilpassosmg. Próxima reunião está agendada para dia 15 de dezembro. 

VEJA MAIS

Lockdown Inteligente

No lockdown inteligente, passense conta como está flexibilização na Holanda

VEJA MAIS

VEJA MAIS

Pandemia em NY

Direto de NY, passense relata como vida mudou com o

novo coronavírus

VEJA MAIS

VEJA MAIS

Mosaico picassiette

Especialista é uma das únicas artistas na região a desenvolver técnica

VEJA MAIS