2019  © Copyright Noticiar.net

Delícias do Nordeste no Pai D'égua

Reportagem e edição: Keuly Vianney  

Arte: Hanna Teixeira

16/09/2019

Chef Carla | Deguste.jpg

Chef Carla com prato de tapioca de carne seca, especialidade da casa / Foto: Divulgação

Cuscuz, tapioca, baião de dois, vatapá e tacacá são algumas das delícias típicas do Nordeste e do Norte que podem ser degustadas num restaurante em Passos com a culinária autêntica daquela região brasileira. É o Pai D'égua, comandado por uma nortista/nordestina arretada, a chef Carla Guedes Sobrinho.

Ela e o marido passense, Vinícius Santos Oliveira, chegaram de Porto Velho (RO) em 2017 e abriram o restaurante ano passado, como tapiocaria e cuscuzeria. 

“Percebemos que as pessoas estão se abrindo para paladares diferentes. Aqui, preparamos nossa carne de sol artesanal e trabalhamos com ingredientes típicos, como carne seca, queijo coalho, banana da terra e manteiga de garrafa”, diz a chef.

 

Já o diferencial do cuscuz é o sabor. Cozido no vapor, está conquistando os mineiros. “No início do restaurante, a tapioca era mais pedida, mas depois apareceram os curiosos e os adeptos do cuscuz”, conta Carla.

Esse cuidado com os pratos da casa traduz-se no nome escolhido para o restaurante. Conforme Carla, o sugestivo Pai D’égua é uma expressão que significa “bom, bonito ou muito gostoso”.

Receita de família

Carla nasceu em Porto Velho, filha de pai paraibano e mãe mineira. Traz no sangue a mistura das culturas que resultaram no domínio culinário da chef na cozinha, principalmente no preparo do cuscuz nordestino, originário do Norte da África.

A receita vem de família. Desde criança, o pai preparava cuscuz no café da manhã e tarde. Na adolescência, ela fazia o próprio cuscuz e tornou-se especialista no prato, feito com dois ingredientes: farinha de milho e água.

DEGUSTE

Experimentamos o cuscuz tradicional com manteiga do Pai D’égua. De textura macia, o gosto do milho é  leve, mas não tem tempero evidente, o que dá base para incorporar o recheio e determinar o sabor do cuscuz, como carne seca, carne de sol, frango, queijos, etc.

São várias opções no cardápio, da simples manteiga a recheios mais elaborados, mas o cuscuz com ingredientes nordestinos é o mais pedido. A tapioca também tem receita especial nordestina, com goma de fabricação própria, disponibilizando 26 recheios salgados e 11 doces (veja na Galeria abaixo alguns pratos; clique na foto para ler a legenda).

Especiais

Esporadicamente, Carla inclui no cardápio os especiais da casa: baião de dois, vatapá e tacacá. Delícias só preparadas no Pai D’égua. “Esses pratos ganham mais tempero, como tradicionalmente é feito lá, com pimenta, óleo de dendê, coentro. Tem um sabor mais quente”, diz.

 Outro diferencial do estabelecimento são as bebidas. São servidos café e sucos de fruta típica, como graviola, cupuaçu e cajá. Também tem açaí, preparado na casa com a polpa da fruta e sem aditivos.

Serviço: Pai D’égua Tapiocaria e Cuscuzeria. Rua Largo São José, 62. Passos (MG). Funciona de segunda a sábado, das 15h às 23h. Whatsapp: (35)98432-6335 . Face: Pai D’egua/ Instagram: @paideguatapi

​​

Crepe Francês

Una a paixão em comer bem com música de 

boa qualidade

O italianíssimo gelato

Produto é 100% natural e com ingredientes frescos, que o diferenciam do sorvete comum

Alta Gastronomia

Em Passos, restaurante oferece menu diferenciado, com pratos sofisticados