2019  © Copyright Noticiar.net

Crepe francês com nome de ídolos da MPB

Reportagem e edição: Keuly Vianney | Fotos: Aluísio de Souza | Arte: Hanna Teixeira | 31/07/2019

Se você gosta de comer bem e é fã de música de boa qualidade, existe um lugar ideal para curtir estas duas paixões: a Mon Jardin, a única creperia de Passos. Lá, os crepes recebem nomes de Noel Rosa, Cartola, Chico Buarque , Clara Nunes, Elis Regina, Luís Melodia, uma homenagem dos proprietários fãs de sambistas e músicos da MPB.

Aberta no final de 2018, a Mon Jardin (em francês, Meu Jardim) oferece em seu menu a milenar receita de crepe francês, mas com um toque de dois mineiros que estão em Passos desde 2016, o chef Plínio Mendonça e a esposa Daniella Fiúza Palmela.

 Chef Plínio finaliza crepe com molho preparado na casa

O crepe – palavra de origem francesa que significa “crespo” – vem de receita original e possui textura de massa suave e frita em chapa de metal untada de manteiga. Depois, ganha recheios que definem o sabor do prato.

Recheios

A creperia serve cerca de 20 tipos diferentes de crepes doces e salgados, com diversos recheios: carnes, queijos, legumes, chocolate, frutas, além de ingredientes gourmets como alho poró e shimeji. Combinações gastronômicas que aguçam e satisfazem o paladar.

O tamanho chama atenção: são 30 cm de diâmetro de massa que, depois de recheada, recebe formato criativo e molhos de finalização produzidos na própria casa, como o pesto e o mostarda com mel. Há opção de massa com farinha de trigo tradicional ou sem glúten para quem tem restrição alimentar.

Os proprietários garantem que o crepe harmoniza bem com várias bebidas. Por isso, a creperia serve vinhos, cervejas artesanais, sucos e refrigerantes.

DEGUSTE

De cortesia, a Mon Jardim nos ofereceu um dos crepes mais pedidos na casa: o Luís Melodia, recheado com filé mignon, alho poró, queijo mussarela, gorgonzola e cream cheese. Na finalização, escolhemos o molho de mostarda com mel. Combinação perfeita. O crepe tem espessura fina, no ponto, é bem crocante e o recheio, delicioso e farto. Pode servir até duas pessoas.

Nicho

“Nos apaixonamos pela beleza da região, mas vimos pouca diversidade gastronômica. Percebemos o nicho vago de creperias e como já tínhamos experiência, apostamos num restaurante com proposta diferenciada de boa gastronomia e com conceito sensorial, visual e auditivo”, afirmam Plínio e Daniella, que escolhem repertório de samba e MPB para o som ambiente.

Plínio é expert na produção de crepes. Está no ramo há 18 anos, trabalhando com a iguaria na Bahia e no Espírito Santo. A receita tem tradição: foi repassada por um chef francês que atou no Rio de Janeiro.

 Ele mesmo faz a massa fresca com farinha, ovos, leite e, claro, o segredinho do chef. Na creperia, são cinco grandes chapas redondas untadas na manteiga que recebem a massa e a técnica de Plínio para que o crepe fique no ponto e crocante.

Eles também frisam a proposta acolhedora da creperia com seis ambientes, sendo um deles com rede para relaxar e outro com espaço para crianças. “Criamos um local no qual as pessoas têm boa gastronomia, ambiente familiar e podem cultuar amizades”, diz Daniella.  

Serviço: Mon Jardin Creperia. Rua Dr Manoel Patti, 542, Passos (MG). Funciona todos os dias a partir das 17h30. Telefone: (35) 3777-9700 / Whatsapp: (35) 99876-9700. Facebook: Creperia Mon Jardin. Instagram: Mon Jardin Creperia

O italianíssimo gelato

Produto é 100% natural e com ingredientes frescos, que o diferenciam do sorvete comum

Alta Gastronomia

Em Passos, restaurante oferece menu diferenciado, com pratos sofisticados