2019  © Copyright Noticiar.net

O sucesso da comida de rua

Reportagem e fotos: Keuly Vianney    |  WebDesign: Hanna Teixeira   |  30/11/2019

Se existe uma área em que Passos progrediu nos últimos anos foi a gastronômica. E uma das comidas que ganhou espaço foi a de rua. Acessível, essa culinária é vendida em barracas e food trucks, que aportam nas vias públicas e ali fazem surgir sabores e perfumes de um cardápio popular, mas que nada deve à cozinha dos grandes chefs.

Atualmente, há uma boa variedade de comida de rua em Passos em vários pontos da cidade, agradando a todos gostos e paladares. Aqui, encontra-se desde a comida fast-food, como os hambúrgueres e cachorro-quente, até massas italianas.  

CULTURA ALIMENTAR

O hábito de se alimentar na via pública é muito antigo. Já foram encontrados sinais da comida de rua na Grécia Antiga, onde se vendiam peixes fritos, e vendedores ambulantes nas escavações de Pompéia, na Itália.

Pesquisadores apontam que, devido ao empobrecimento gradual da população nos países em desenvolvimento, proliferou o consumo de alimentos preparados e vendidos nas vias públicas, como barraquinhas de sardinha em Portugal, de chás na Índia e de crepes na França.

No Brasil, sempre foi comum a venda de pastel, cachorro-quente, pipoca, churrasquinho, acarajé, doces, frutas e outras iguarias típicas de cada região.

Essa comida vem conquistando várias classes sociais, que apreciam a experiência dos cozinheiros que guardam segredos de receitas autênticas e da própria família. Antes marginalizada, hoje é parte da cultura alimentar do globo, pois é comercializada em todas as partes do mundo.

Nos últimos anos, a comida de rua elevou-se a um novo patamar, surpreendendo a quem a experimenta e está aberto a novos sabores e experiências.  

Joãozinho é famoso por vender comida de rua de boa qualidade no bairro da Penha

Hot dog e batata

No alto do bairro da Penha, o trailer de João Lemos dos Santos vende o que há de melhor em comida de rua há mais de 10 anos. Os lanches do Joãozinho Hot Dog e Batata Frita são famosos pelo sabor de quem gosta de comer um bom cachorro-quente e batata frita artesanal.

No trailer, são preparados mais de 50 lanches/dia, com muitas opções no cardápio: só de cachorro-quente são 28 tipos, que são incrementados com vários complementos, e mais as variações de batata frita. Você pode comer a partir de R$ 7,00.

Todos os pratos vão do mais simples ao mais elaborado (confira galeria abaixo; clique na foto para ler a legenda), como no caso do hot dog especial que leva vários ingredientes e pesa quase 1kg. Já as batatas artesanais foram uma invenção do cozinheiro no estilo rústico e bem crocante, pois é frita na hora que o freguês faz o pedido no trailer. 

“Desde que comecei a trabalhar com comida de rua, fui inventando as combinações a partir do hot dog tradicional. Já a batata frita, é com batata mesmo, como feita em casa. Tenho certeza de que sou o único a vender esta batata artesanal na cidade”, diz o cozinheiro.

A batata artesanal é descascada e frita na hora, podendo levar finalização de bacon, calabresa, catupiry, cheddar, mussarela e frango. As porções são vendidas em dois tamanhos num baldinho colorido, que faz toda diferença na hora de servir.

Para Joãozinho, a comida de rua está chegando a um nível que ela merece, já reconhecido nas grandes cidades do mundo. “É uma comida simples e sem frescura, mas que atrai todo tipo de pessoa. Antes tinha um certo preconceito, mas hoje atendemos todas classes sociais”, avalia.

Joãozinho trouxe da família o gosto pela cozinha. Cresceu no bar do pai, que fazia porções para os fregueses.“A comida de rua tem muito a evoluir, porque é barata e rápida. Falta incentivo do poder público, mas estamos sempre inovando e pensando em aumentar o cardápio”, adiantou, informando que começa a vender pastel em 2020.  

Massas italianas

O casal José Ricardo Fávero e Valéria Cris Cuolo aportou em Passos há quatro meses com seu food truck de massas italianas artesanais. Vindos de Mococa (SP), onde tinham uma cantina, trouxeram cardápio variado de macarrão, canelone, panqueca, lasanha e pastéis com a Malu Massas & Cia.

De domingo à sexta-feira, no veículo estacionado no alto da Avenida Moda preparam suas deliciosas massas, dando ao freguês a escolha do tipo de macarrão, molhos e acompanhamentos (veja alguns pratos mais pedidos na Galeria abaixo; clique na foto para ler a legenda). Em média, são vendidos cerca de 150 pratos/semana.

Casal Jose Ricardo e Valéria, de Mococa, comandam food truck de massas na Avenida da Moda

 “Hoje, a comida de rua supera muitos pratos de restaurante, porque é artesanal, fresca e feita com receitas de família. A nossa comida é caseira, como a feita em casa”, diz o cozinheiro Ricardo. “Acredito que um prato é construído desde a seleção e compra dos ingredientes, por isso sempre há pré-preparo de nossas massas em casa e finalizamos no truck a pedido do freguês”.

Além da comida de boa qualidade, outro atrativo é o preço, pois as massas custam a partir de R$ 10,90 e o pastel, R$ 5,00. A maioria dos clientes é de Passos, formada por famílias e estudantes, além dos turistas. “Temos clientes fiéis que pedem nossos pratos toda semana, mas sempre temos novos clientes que vêm para experimentar e adoram”, conta Valéria.

Essa clientela cativa resultou na ampliação do menu. Neste mês, eles lançam o Cardápio Secreto, com ingredientes mais sofisticados, como presunto de Parma, filé mignon, queijos finos e molhos especiais. No fim do ano, também aceitam encomendas de massas para o Natal e Ano Novo.

E como eles vieram parar em Passos?  “O dono do food truck, Carlos Artur Groppo, era nosso cliente em Mococa e nos convidou para sermos parceiros em Passos. Estamos gostando muito da região. Era um desejo trabalhar com comida de rua”, dizem. 

Pastel gourmet​

Quem está apostando no sucesso da comida de rua é o administrador  Guilherme Leite Abreu, que inaugurou nesta semana o mais novo food truck da cidade com venda de pastel gourmet salgados e doces.

Ele já possui experiência na área gastronômica, pois a família tem uma pastelaria há mais de 5 anos. No cardápio, são cerca de 30 recheios diferentes de pastéis: dos tradicionais,  incluindo o de carne e queijo, até os especiais, como carne seca, strogonoff, portuguesa, bacalhau, camarão e quatro queijos.

Entre as exclusividades do food truck, estão o pastel de brócolis e o de costela. Na linha doce, são cerca de 20 opções, com frutas, doces e muito chocolate (veja Galeria abaixo; clique na foto para ler a legenda).

“Há muito tempo observo a tendência de food park em várias cidades do Brasil e resolvemos investir nessa área também. A comida de rua é uma tendência e o pastel vendido no food truck terá a mesma qualidade da pastelaria”, diz Guilherme.

 

Com o food truck, ele pensa em ter mais flexibilidade para estacionar em vários locais e atender os amantes da comida de rua, principalmente nas áreas mais movimentadas da cidade, como na Avenida da Moda e nas vias do centro. “Também vamos participar de eventos promovidos na cidade. A expectativa de consumo desse tipo de comida é animadora”, finaliza Guilherme.

ANUNCIO

SERVIÇO

Joãozinho Hot Dog e Batata Frita Artesanal. Rua da Penha, ao lado da Capelinha Centenária da Penha, bairro Penha em Passos (MG). Funciona de quarta à segunda-feira, das 19h às 24h. Whatsapp: (35) 99981-8912. Facebook: Joãozinho Hot Dog e Batata Frita Artesanal / Instagram: @joazinhohotdogebatatafritaartesanal

 

Malu Massas & Cia. Avenida Com. Francisco Avelino Maia (Avenida da Moda), na altura do 4.050. Whatsapp: (35) 98474-0933 /92000-8466 / 92000-8467. Funciona das 19h às 24h. Faz delivery para almoço e jantar. Facebook: Malu Italian Massas / Instagram: @maluitalianmassas.