GALERIA

BEM-ESTAR

Com onda de calor, Inmet

alerta sobre hipertermia

Texto: Keuly Vianney

WebDesign: Hanna Teixeira

07/10/2020

whats.png

Devido à forte onda de calor dos últimos dias, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou hoje novos alertas do grau de severidade da baixa umidade do ar e altas temperaturas, que podem causar sérios danos à saúde, como a hipertermia. A região Sul de Minas está na área laranja, considerada de grau de severidade e perigo, quando ocorrem ressecamento de pele, desconforto dos olhos, boca e nariz. Veja na Galeria cinco recomendações do órgão para amenizar estes problemas durante os próximos dias.

No Sudoeste de Minas, aparecem no alerta laranja as cidades turísticas mais importantes da região, como Capitólio e São Roque de Minas, onde fica o Parque Nacional da Serra da Canastra. O alerta indica que os riscos potenciais na abrangência incluem umidade relativa do ar variando entre 20% a 12%, com risco de incêndios florestais. 

A região está um alerta atrás da considerada grande perigo, na cor vermelha, que se estende pelo oeste de Minas Gerais e a região central do Brasil (confira mapa ao lado do Inmet). Por isso, especialistas indicam que é preciso cuidar da saúde para evitar danos ao organismo, como a hipertermia.

A hipertermia ocorre quando a temperatura corporal ultrapassa os 40°C, causando danos ao organismo.

inmet.png

Os principais sintomas incluem dor de cabeça, suor excessivo, palidez, aumento da frequência cardíaca e respiratória, tontura, náuseas, desmaio e vermelhidão no rosto. Os casos mais graves podem levar à morte.

A previsão é de que a onda de calor permaneça até o final de semana, principalmente nas áreas de cor laranja e vermelha. 

VEJA MAIS

Veja sites confiáveis para monitorar o avanço do coronavírus no País e no mundo

Aprenda a fazer dois modelos fáceis de máscaras para se proteger do novo coronavírus

Relax na quarentena

Nesse período de isolamento social, mantenha calma e fuja do estresse com 5 dicas