ESPECIAIS

Convivência na pandemia:

casal quer orientar pais e filhos

Reportagem: Keuly Vianney

WebDesign: Hanna Teixeira

26/01/2021

whats.png

A pandemia impôs desafios para famílias de todo mundo. Pais e filhos foram obrigados a ficar mais em casa, trazendo várias dificuldades de convivência e de estudos. Com experiência no Paraguai e na Argentina, um casal de professores propõe orientar pais e filhos em Passos com uma nova abordagem educacional. 

Os educadores Carlos Alberto Nunes da Silva, de Recife (PE), e Ana Carolina de Lima Fonseca Nunes, de Passos, pensaram num projeto que trabalha em conjunto com os pais na busca do melhor convívio familiar. Eles explicam como funciona a proposta em vídeo abaixo e gravado especialmente para o Noticiar.net.

“Tirando algo de bom desse momento ruim, a pandemia mostrou que as pessoas precisam ter conhecimento de si mesmas e dos outros. O novo coronavírus obrigou todos ficarem em casa por muito tempo, mas a maioria das pessoas não possui ferramentas necessárias para enfrentar a realidade e a convivência”, disse Carlos, que possui formação filosófica.

“Queremos ajudar os pais na formação e ensino das crianças com orientações práticas, mostrando suas habilidades e talentos. É possível trabalhar utilizando princípios fundamentais com inteligência e criatividade na educação de uma criança”, afirma Ana Carolina, que está concluindo pedagogia.

No Brasil, os dois tiveram formação religiosa no catolicismo, mas agora se dedicam à educação. O casal se reencontrou no Paraguai, onde frequentaram o Instituto San Irineu de Lion, originário da Espanha,entre 2015 e 2018. Lá, estudaram artes liberais, base da formação clássica trazida da Antiga Grécia.

 Nesse período, estudaram e foram professores de alunos de 3 a 15 anos, dentro dos princípios da formação integral. Ao retornarem ao Brasil, foram convidados para trabalhar o conceito num colégio em Poços de Caldas, no Sul de Minas. Conforme Ana Carolina, o país inicia a implantação das artes liberais, mas em poucas escolas de Brasília (DF), Osasco (SP), Foz do Iguaçu (PR) e Uberlândia (MG).

“O professor de artes liberais é distinto do professor tradicional, já que trabalha a educação integral. Esse trabalho conjunto com os pais ajuda as descobrir os talentos, tanto dos pais como dos filhos, e atuar em equipe com suas devidas responsabilidades”, diz Carlos.

Ao fazer um diagnóstico com a família, o professor explica que é possível descobrir pontos nevrálgicos e traçar estratégias para trabalhar com os pais. Para Carlos, as dificuldades e queixas mais comuns dos pais envolvem queda do rendimento do filho na escola com as aulas online; pais não sabem conversar e se relacionar com os filhos; pais se sentem perdidos com a situação e não sabem traçar metas.

“Com nossa orientação, há 100% de chance de resolver esses problemas em 70% a 80% dos casos. Acredito que a pandemia irá durar por mais tempo e, por isso, queremos ajudar pais e filhos neste momento”, diz. 

Ana Carolina destaca que as artes liberais ajudam muito na formação integral da criança. “Os pais precisam entender e devem saber como educar seu filho na realidade da pandemia. Hoje, ser professora não é apenas seguir um livro didático e sim observar habilidades e talentos do aluno e desenvolvê-los, além de ajudar a ser um adulto mais livre, feliz e com senso crítico”.

Interessados podem entrar em contato pelo telefone (35) 99966-1923.

VEJA MAIS

Siga-nos!

facebook-logo-button.png
instagram.png

2019-2021  © Copyright Noticiar.net

Todos Direitos Reservados