2019  © Copyright Noticiar.net

Geleias 100%

Canastra

Reportagem e fotos: Keuly Vianney 

Webdesign: Hanna Teixeira

13/11/2019

E quem pensa que a Canastra só produz queijos, está enganado. Geleias também fazem parte da gastronomia local, com aquele gostinho de frutas da estação e totalmente naturais. As geleias artesanais da Panelinha da Canastra, de Bambuí, são a prova de que esta iguaria pode ser muito bem saboreada com queijos, pães, torradas, biscoitos e outros pratos.

A fabricação artesanal é de Daiane dos Santos Chaves. Apesar da produção pequena, ela já produz 14 sabores, incluindo combinações de frutas e as agridoces, que fazem muito sucesso (veja na Galeria de Fotos abaixo). “Vendo bastante a geleia de tomate com bacon, maracujá com mostarda, tomate com pimenta e café”, conta Daiane.

Dayane com algumas das geléias que ela produz artesanalmente

Ela também cria novos sabores, fazendo de suas geleias iguarias únicas. E as combinações não são nada tradicionais. Uma das criações foi a de melão com pimenta rosa. “Esta combinação nunca vi em outro lugar. Gosto de experimentar e dar meu toque pessoal, como na geleia de tomate com pimenta caiena e café, que é junção de duas receitas”, explica.

A produtora garante que usa frutas frescas da estação, sendo que a maioria provém de pomares de familiares e amigos. Em breve, ela deve usar frutas do Cerrado, típicas da Canastra. 

Já as técnicas de produção, ela aprendeu num curso gratuito do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Minas). “Aprendi desde a seleção dos frutos, cocção, geleificação, higienização, envase e esterilização. Tudo é artesanal, sem adição de produtos químicos e feito com muito carinho”.

DEGUSTE

Degustamos com torrada e queijos quatro sabores de geleias, incluindo a tropical, morango e bacon com tomate. A textura é boa e o sabor, delicioso, com gosto de fruta natural. As combinações também são saborosas, principalmente a tropical, com abacaxi e outras frutas.

A história da geleia tem origem incerta. Passa pelos árabes, italianos – o artista Leonardo da Vinci deixou uma receita em seus históricos escritos – até chegar nos franceses no século 18.

Já na Canastra, geleias têm endereço certo: a Panelinha Canastra. “Minha avó fazia geleias há muitos anos e minha mãe, doces. Acho que herdei delas a mão boa para a cozinha”, diz Daiane.